Comunicação em Saúde – Marketing Médico

desde 21/08/1992

Por que contratar uma Assessoria especializada em saúde? A CONCEPTU está sempre atenta às regras do Conselho Federal de Medicina. Nós sabemos o que pode e o que não pode ser feito e podemos orientar o médico e/ou sua equipe com precisão. Como estamos neste segmento há muitos anos, entendemos como o mercado se porta e pesquisamos como a concorrência se comunica. 

Nossa equipe sabe quem são os principais players do mercado de saúde: hospitais, clínicas, médicos, laboratórios, indústria e analisa como deve ser a comunicação com cada um deles.

Na mídia, muitos jornalistas que trabalham em veículos de comunicação reconhecem a CONCEPTU como Assessoria que tem excelentes médicos e profissionais de saúde como fonte de informação. Diariamente somos procurados por jornalistas e produtores que solicitam a participação de nossos clientes em reportagens e entrevistas.

As últimas décadas na área da saúde trouxeram profundas mudanças para os profissionais médicos, como os fenômenos de proliferação dos convênios de saúde, a especialização médica, que transformou os “médicos de família” em médicos especialistas, o excesso de profissionais no mercado e o aumento do nível de exigência dos pacientes.

Na saúde, o marketing que oferecemos é utilizado para aumentar a credibilidade do médico, do consultório, da clínica e do hospital, gerando um diferencial de mercado. O marketing médico é orientado para atender a uma determinada demanda, oferecendo a melhor qualidade de serviço possível, entendendo os anseios de seu público – sejam eles pacientes, outros médicos, convênios, instituições de saúde, sociedades de especialidades médicas e a sociedade civil como um todo – e adequando melhor os serviços.

A CONCEPTU oferece um conjunto de ações e estratégias que trazem avanços significativos ao trabalho médico, gerando uma imagem de confiança entre os pacientes e aumentando a percepção de um bom serviço entre eles. Como resultado da correta orientação, o profissional da saúde tende a tornar o seu negócio e a si próprio referências dentro de sua área de atuação, assim como consegue desenvolver com os pacientes um relacionamento totalmente positivo, duradouro e permeado de confiança.

Alguns médicos/instituições acreditam que o marketing não é importante, porque já possuem clientes em número suficiente. Há um equívoco de percepção neste pensamento. O marketing médico é aplicado para melhorar a imagem do profissional, segmentar o público e, em alguns casos, até mesmo reduzir o número de pacientes. Suas ações terão como objetivo aumentar a qualidade e, não necessariamente, aumentar o número de pacientes.

Atuamos, antes de tudo, na adequação de todo o local de trabalho do profissional da saúde ao que o paciente deseja e espera encontrar, o que compreende desde pequenas ações, como a recepcionista ouvir com atenção ao que os pacientes dizem quando entram no consultório, até a decisão por investir ou não na modernização e na compra de novos equipamentos. Não há nada de antiético, portanto, em buscar a excelência no atendimento e a credibilidade.

Aplicar as ferramentas do marketing médico não depende de altos investimentos. Existem diversas ações que podem ser postas em prática e que demandarão valores acessíveis, como simplesmente uma readequação das atividades dentro da instituição, maior atenção ao atendimento, vestuário adequado dos profissionais, organização, etc.